Como superar o Uber: as melhores ideias para startups

Fundado em 2009 por Travis Kalanick e Garrett Camp, em São Francisco, o Uber é um serviço de carona compartilhada que adota um modelo de negócios baseado na conexão instantânea de pessoas que precisam de motoristas.

O Uber nasceu como uma boa solução para os passageiros: ele oferece carros preparados para pessoas que precisam de rapidez, com um preço interessante.

Além disso, o Uber reinventou toda a indústria de táxi, reestruturando o serviço e fazendo com que ele seja mais confiável. Primeiro, o Uber fez com que o serviço se tornasse mais voltado ao cliente. Afinal, eles sempre podem consultar os motoristas disponíveis na área, além de rastreá-los enquanto se aproximam. O Uber também oferece melhore opções de pagamento, fazendo com que seja possível pagar por uma viagem através de cartões de crédito e débito diretamente no aplicativo. Ainda mais: o serviço incorporou o sistema de avaliações para passageiros e motoristas, que aumenta a confiança e a segurança da plataforma.

Ao mesmo tempo, o Uber criou oportunidades de emprego para motoristas que tinham dificuldade em conseguir renda extra. O Uber não empregas os motoristas diretamente, mas conecta os motoristas de carros particulares aos passageiros que precisam de viagens na área. Ao trabalhar como motorista, você tem uma boa chance de ganho, sendo considerada ainda maior do que se tornar de um motorista de táxi.

Em apenas três anos desde o lançamento, o Uber conseguiu construir uma rede de motoristas de passageiros respeitável, redefinindo completamente a indústria de táxi existente. Além disso, o aplicativo conseguiu grande sucesso na economia compartilhada, confiando nos smartphones como uma forma de conectar os usuários.

Em menos de 7 anos, o Uber conseguiu se expandir para todos os continentes – Europa, Ásia, América do Sul, África e Austrália. No momento, a empresa está presente em mais de 84 países, e tem um valor de mercado próximo de 60 bilhões de dólares.

Como superar o Uber

Apesar do domínio do Uber no mercado mundial, e o impacto crescente na indústria de transporte, existe um bom número de empreendimentos no mundo todo que tentar se diferenciar e competir com esse serviço. Entre ele, alguns são bastante populares, como o Lyft, Curb e Sidecar no Estados Unidos.

Mas como um novo serviço pode competir com o Uber? Trouxemos algumas ideias que podem ajudar empreendedores deste mercado.

Apoie serviços de táxi tradicionais

A urgência embutida no Uber causou uma grande ameaça aos serviços de táxi em todo o mundo. Isso inclui até mesmo os táxis amarelos e verdes dos Estados Unidos, os táxis pretos de Londres, e até mesmo os serviços particulares de Paris.

Enquanto os valores do Uber já estão nos bilhões de dólares, o valor do táxi tradicional diminuem de forma drástica. Isso significa que os donos das franquias e cooperativas precisam de um contra ataque. Isso abre a oportunidade para empresas que se propõem a conectar os passageiros a serviços de táxi tradicionais.

Exemplos: mytaxi (Europa), Arro (Estados Unidos), Chauffer Privé (Paris), Kabbee (Reino Unido).

Foque em veículos alternativos

Em fevereiro de 2016, o Uber lançou um serviço de mototáxi na Tailândia, chamado UberMOTO, sendo a primeira vez que a empresa ofereceu viagens nesses tipos de veículos. Depois, no mesmo ano, a empresa suspendeu o funcionamento do serviço, para trabalhar em regras e leis específicas, junto ao governo.

Grandes congestionamentos, principalmente em mercado emergentes da América do Sul, África e Ásia, abrem espaço para outros empreendimentos no ramo das viagens compartilhadas. Um grande exemplo é que, no Sudeste da Ásia, um dos maiores rivais do Uber é o Grab. O serviços é local, focado em mototáxis, além de oferecer carros privados e táxis.

O Grab, que lançou seu serviço em 2015, não é o único serviço de mototáxi que luta pelo sucesso no mercado asiático. Ele compete co outra startup local, a Go-Jek, que também foi lançada em 2015. Ambos serviços têm parcerias com donos de motocicletas, que acabam sendo mais numerosos do que os donos de carros particulares da região.

Além disso, ambos os serviços atraíram parcerias interessantes com grandes companhias de táxi.

Exemplos: Rapido (India), Tootle (Nepal), GrabBike (Sudeste da Ásia), Go-Jek (Indonésia)

Se aproveite das fraquezas do Uber

O Uber recebe grandes críticas quanto ao seu serviços de preço dinâmico: durante um período de grande demanda, em que existem mais passageiros do que motoristas, o Uber aumenta seus preços automaticamente, o que encoraja os motoristas a irem a áreas mais populares.

Apesar da ideia principal do preço dinâmico ser encontrar um equilíbrio entre motoristas e passageiros, alguns passageiros acham essa tática absurda, e normalmente resulta em passageiros tentando encontrar formas alternativas de transporte, com preços mais estáveis.

Como resultados, vemos o surgimento de serviços que não utilizam o preço dinâmico, e conseguem competir de forma interessante com o Uber.

As pessoas levam em consideração o preço que se paga por cada serviço. Sendo assim, se existe algo que pode fazê-las mudar de ideia e utilizar outros serviços, é o preço final.

Além disso, por procurar a dominação mundial, o Uber acaba por negligenciar a qualidade do serviço em alguns mercado. Existem casos em que a empresa não veta todos os motoristas da melhor forma, o que cria escândalos bem conhecidos.

Um exemplo vêm de Londres, onde 19 motoristas do Uber foram investigados por assédio sexual em 2014, com 5 condenações. Em 2015, o número cresceu para 28 motoristas, com 9 condenações. Esses dados vem das estatísticas da Polícia Metropolitana de Londres.

Em 2017, mais de 8,000 motoristas do Uber e do Lyft tiveram suas licenças de operação rejeitadas em Massachusetts, graças a um novo processo de investigação de infrações do estado. As formas de veto agora incluíam suspensão da habilitação, crimes de violência e assédio sexual.

Você deve ser bem cuidadoso ao vetar os motoristas parceiros de seu serviço, e fazer o melhor para trabalhar de forma interessante com os governos locais, para que o mesmo não aconteça com seu serviço.

Exemplos: Hailo/MyTaxi (Europa), Addison Lee (Reino Unido), Curb (Estados Unidos), Gett (Israel), Flywheel (Estados Unidos), Sidecar (Estados Unidos), Summon (Estados Unidos), Fasten (Estados Unidos)

Chegue antes do Uber

Apesar da expansão do Uber, muitas cidades e países ainda não possuem acesso ao serviço. Isso criar um mercado ideal para os negócios que planejam construir um serviço próprio.

Examplos: WebTaxi (Luxembourg), Dart (Brunei), eCABS (Malta), nTAXI (Cyprus)

Ocupe o espaço

Não há duvida que o Uber é um dos aplicativos mais populares, mas isso não significa que a empresa não tenha problemas de reputação. O Uber já foi banido de um grande número de cidades e países por todo o mundo.

De acordo com a Wikipédia, a empresa já havia se envolvido em prelo menos 173 processos, em Novembro de 2015. No fim de Setembro de 2017, a companhia de transporte de Londres se recusou a renovar a licença de atuação da empresa nas principais ruas do Reino Unido, alegando que o Uber demonstrou falta de responsabilidade em relação a um grande número de acusações, incluindo as de assédio sexual.

A falta do serviço, forçada em algumas regiões, cria espaço para que outras startups possam ocupar seu espaço. Nos anos recentes, serviços similares conseguiram grande crescimento na Europa e na América do Norte, de forma regional.

Examplos: RideAustin (Estados Unidos), uGo (Países Baixos), Cabify (Espanha), Taxibeat (Grécia), LeCab (França), Drive (França), Talixo (Alemanha), MyDriver (Países Baixos).

Em resumo

Em uma economia que parece dominar por grandes players como o Uber, ainda existem bons exemplos de competidores que entendem como aproveitar brechas e oportunidades. Se você deseja criar um serviço de mobilidade como o Uber, algumas dessas dicas podem te ajudar a chegar a um modelo de negócios campeão.

Para conseguir construir um serviços como este, você precisa de uma plataforma que possa te dar todo o suporte técnico. Nessa área, podemos te ajudar.

A Codificar trabalha com o desenvolvimento de aplicativos e softwares desde 2007, e produzir dezenas de casos de sucesso, incluindo nessa área de atuação. Conheça nossa plataforma Uber Clone, complete com todas as principais funcionalidades necessárias para este serviço. Saiba mais clicando aqui, e entre em contato através do formulário abaixo:

 

Fonte: https://yalantis.com/blog/how-to-beat-uber/

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>