plataforma de streaming

Plataforma de Streaming: como criar uma plataforma igual o Netflix

Quando falamos sobre serviços e aplicativos que fazem muito sucesso hoje, não podemos ignorar o Uber, o Tinder e o Netflix. Somente no primeiro trimestre de 2017, a plataforma de streaming de vídeo adicionou 7 milhões de usuários, e seu número de usuários global está prestes a chegar a 100 milhões.

Dados como esse comprovam que a empresa possui um grande número de fãs e pode investir em aplicativos do tipo netflix. A informação pertence a relatório publicado, que também afirmava que a receita global da empresa foi de US $ 8,3 bilhões, ou 26,6 bilhões de reais. Esse valor aumentou 35% em relação ao ano anterior. Em termos de usuários, só em 2016 a plataforma ganhou 19 milhões de novos usuários.

Seja em séries, filmes ou documentários, o sistema de plataforma ganhou enorme valor monetário, além de ocupar a nona posição entre os aplicativos mais usados ​​no Brasil entre os usuários da Apple, mas também a décima entre os usuários de serviços Android. Ao analisar os benefícios proporcionados por esse mercado, alguns investidores começaram a planejar injetar seus recursos nesse tipo de aplicação. Se você pensa da mesma forma, este post é para você. Para quem deseja desenvolver aplicativos do tipo netflix, separamos os pontos principais do netflix e dos concorrentes da netflix.

O que é uma plataforma de streaming?

O streaming é uma forma de transmissão de conteúdo digital instantaneamente, onde a informação não é armazenada pelo usuário em seu computador, dispositivo móvel (telefones celulares e tablets) ou televisão inteligente.

Streaming é o nome dado à tecnologia capaz de transmitir dados pela Internet sem a necessidade de reduzir o conteúdo em um dispositivo. Os arquivos transmitidos mais freqüentemente envolvem uma imagem e áudio, com vídeos curtos, longos e musicais. No entanto, as opções são grandes e podem incluir textos e posições deslizantes.

A transmissão já faz parte da sua vida através de vídeos, filmes, podcasts, playlists, rótulos de vídeo, jogos ao vivo e uma série de outras plataformas de consumo de conteúdo. Então, entre os milhares de opções de transmissão, examine-os:

Atualmente, a transmissão pode ser verificada em redes sociais, plataformas de assinatura, sites gratuitos, aplicativos e muitos outros locais na Internet. Além disso, as transmissões continuam a evoluir e já indicaram que o futuro do setor será.

Principais plataformas de streaming

plataforma de streaming

Netflix

A Netflix é a plataforma de streaming mais conhecida no mercado global. Fundada em 1997, ela tinha como maior intuito disponibilizar filmes. Com muitas mudanças, acontecendo principalmente na última década, ela evoluiu de forma incrível. Hoje em dia, a Netflix é uma das principais distribuidoras de conteúdo por meio do streaming.

Com licença de distribuição global, e uma grande biblioteca de conteúdos originais, a empresa já está presente em mais de 190 países, incluindo o Brasil, que já produziu conteúdo original para a plataforma.
Com todo o sucesso e popularização do modelo de streaming, a Netflix abriu a possibilidade de concorrência, que vem crescendo de forma interessante, partindo de muitas empresas influentes por todo o mundo. Dessa forma, a empresa conseguiu a atenção de grandes produtores televisivos, e se destaca nas premiações de TV mundiais.

Amazon Prime Video

O Prime Video é um serviço da Amazon criado em 2006. Em sua concepção, ele era exclusivo para países em que a empresa tem suas bases e grande atuação, como o Estados Unidos. Nesses países, a maioria dos serviços premium da empresa eram compilados em apenas uma assinatura.

Assim como a Netflix, o Amazon Prime Video também sofreu grandes mudanças. Antes, a plataforma era apenas um grande compilado de conteúdos produzidos por terceiros. Hoje, porém, ela também investe na produção de séries e filmes originais.
O serviço da Amazon já esta disponível em vários países, entre eles o Brasil, onde oferece acesso a séries e filmes de outras emissoras, além das produções próprias.

Hulu

A Hulu é a empresa de streaming mais reconhecida de forma internacional. Mesmo não agindo de forma global, ela consegue ser considerada uma das grandes concorrentes da Netflix.

A diferença entre elas é que boa parte do conteúdo de seus parceiros é disponibilizado para streaming logo após a estreia na televisão.
Entre seus novos esforços, a Hulu também trabalha com a produção de série originais, contando com produções aclamadas pela crítica e pelo público. Algumas mudanças são esperadas para o próximo ano, já que a Disney vai se tornar dona da maioria das ações da empresa.

HBO Go

A HBO oferece o serviço de streaming para todos os que assinam seus canais de TV. Através dessa plataforma, eles permitem que todos tenham acesso a sua programação original, na integra, em qualquer lugar.

Como produtora de TV, a HBO migrou seus conteúdos para que mais uma plataforma fosse usada, atraindo novos clientes do mercado atual. Portanto, as pessoas não precisam mais desfrutar do conteúdo produzido apenas na TV. Sendo assim, qualquer assinante dos canais HBO pode ver os filmes e séries originais diretamente de seus dispositivos de preferência.

FOX Play

Tomando como exemplo o HBO Go, a FOX Play é mais um canal disponibilizado para o consumo do conteúdo produzido pela FOX. Através dessa plataforma, os assinantes dos canais FOX podem assistir, na íntegra, todos os conteúdos produzidos pela empresa.
A FOX Play, porém, conta com um sistema de assinatura premium.

Portanto, algumas das séries e filmes só podem ser vistas na plataforma por esses assinantes. Essa é uma forma de valorizar os conteúdos de maior sucesso do estúdio.
O futuro da FOX Play pode ser bem diferente do que foi apresentado até o momento, já que a empresa responsável pela plataforma (21st Century Fox) está sendo absorvida pela Disney, que planeja o lançamento seus próprios aplicativos de streaming.

GloboPlay

O GloboPlay é um dos primeiros aplicativos de streaming do Brasil, criado há alguns anos para disponibilizar o conteúdo produzido pelos estúdios Globo. Além de permitir que os usuários possam assistir seus programas favoritos, o GloboPlay também compila a programação dos canais a cabo, como o Multishow.
No ano de 2018, a GloboPlay sofreu grandes mudanças, como todos os aplicativos de streaming. Foram anunciados programas e séries originais, que serão produzidos exclusivamente para a plataforma. Isso coloca essa plataforma mais próxima de grandes investimentos globais, como a Netflix. Sendo assim, a GloboPlay se torna um dos primeiros investimentos brasileiros do mundo do streaming a produzir conteúdo original e exclusivo.

Telecine Play

O Telecine Play é uma plataforma digital que disponibiliza os filmes exibidos pelos canais Telecine. O conjunto de canais de assinatura é conhecido por estrear filmes na televisão com grande rapidez, e cobre uma gama de gêneros audiovisuais. Acompanhando a mudança de hábito dos telespectadores, a Telecine resolveu disponibilizar para seus assinantes mais uma plataforma.
Com o Telecine Play, todos os assinantes dos canais Telecine tem acesso aos filmes e lançamentos exibidos pelo canal, de forma completa, através de seus dispositivos.

Youtube

Há alguns anos, o Youtube anunciou que entraria para o modelo de streaming, aliado a plataforma de vídeos já estabelecida no mercado. Assim, eles decidiram investir em uma programação original de séries e vídeos semelhante aos modelos da Netflix e Amazon Prime Video. O investimento, porém, pareceu precipitado.
Depois de certo tempo de atuação, o Youtube abandonou seu sistema de assinaturas para o conteúdo original. No lugar, eles decidiram implementar o sistema de propagandas e anúncios, que já está presente em sua plataforma original.
Assim, qualquer pessoa pode acessar o conteúdo original criado pelo Youtube de forma gratuita. O Youtube também anunciou que planeja continuar a produção de séries e filmes originais, se aproveitando do novo modelo de monetização.

Disney+

A mais nova empresa a investir no mundo do streaming é a Disney. A plataforma Disney+ foi anunciada para bater de frente com grandes aplicativos de streaming, concorrentes da Netflix. Tendo como vantagem seus direitos sobre outros estúdios, o Disney+ tem vantagem sobre o mercado. Afinal, a Disey possui os direitos de grandes produtores, como a Marvel, Lucasfilm, Pixar e, em breve, 21st Century Fox.
O serviço de streaming da Disney já possui um número considerável de produções originais sendo desenvolvidas. Seu lançamento está planejado para o primeiro semestre de 2019.

Como funciona o Netflix?

Netflix é uma plataforma de streaming online que permite aos usuários assistir a filmes, séries e documentários em vários dispositivos diferentes. É o maior serviço sob demanda do mundo e possui um amplo catálogo de produtos. Depois de pagar uma taxa de assinatura mensal, os usuários podem acessar conteúdo ilimitado de produtos produzidos por algumas emissoras e que são produzidos pela própria Netflix desde 2016.

O serviço pode ser executado em vários dispositivos e sistemas operacionais, como smart TV, iOS, Android, PC, Mac OS, etc. Isso ocorre porque os usuários podem usar uma plataforma de streaming gratuitamente, sem que ninguém se inscreva na plataforma. A empresa é responsável por agregar muito conteúdo todo mês. A diferença entre os aplicativos de plataforma de streaming é sua busca, mecanismo de seleção e a maneira como ele entende seus clientes amplamente. Essas atitudes podem ser usadas por aplicativos e sistemas online e têm algumas características:

  • Você pode listar o conteúdo existente ou usar a ferramenta de pesquisa integrada;
  • a Netflix pode fornecer novas séries e filmes de acordo com suas preferências;
  • O aplicativo permite que até cinco perfis sejam criados em uma conta;
  • Fornece vários streams de vídeo.

Como desenvolver aplicativos do tipo Netflix?

Em primeiro lugar, é necessário entender que iniciar um aplicativo do tipo Netflix não garante sucesso imediato. Os investidores devem entender que levará algum tempo para que os usuários comecem a acreditar em seus sistemas, por exemplo, a Netflix foi fundada em 1997. Isso mostra que o crescimento é gradual e a probabilidade de sucesso é maior.

Os aplicativos do tipo Netflix não são necessariamente concorrentes dos sistemas existentes. Como empresário, você pode excluir alguns recursos dos existentes, obter ideias de estoque e usá-los em uma plataforma de streaming como o Netflix. Ao considerar a taxa de crescimento ideal de seu aplicativo, é necessário prestar atenção a alguns pontos, que serão diferentes quando você decidir criar um aplicativo do tipo Netflix. Vejamos alguns tópicos:

1. Monetização

A monetização da plataforma de vídeo usa um modelo de assinatura. Por exemplo, você pode cobrar mensalmente, semestralmente ou anualmente. Esta parte é importante porque parte de seus lucros futuros e dinheiro para melhorias virão deste ponto.

O que você não pode esquecer é que ninguém vai pagar por algo que não conhece. Em outras palavras, é importante proporcionar ao usuário uma boa experiência de aplicação primeiro, para que ele saiba quanto vai pagar e quais recursos está “comprando”. Essa parte é fundamental, pois é hora de você conquistar clientes. Neste sistema lucrativo, sua plataforma de streaming pode fornecer opções de teste. Você pode fornecer um catálogo completo ou apenas uma parte dele. Portanto, você pode controlar o lucro.

Além disso, você precisa se preparar para:

  • Criação de planos para usuários;
  • Pagamentos repetitivos e automáticos;
  • Versão para teste grátis;
  • Atualizações e descontos automáticos;
  • Anúncios em vídeo.

Mas tenha cuidado. No sistema de pagamento, é necessário considerar a integração de suporte para diferentes moedas e a integração de vários métodos de pagamento.

2. Definição e importância do valor ao longo da vida

A vida útil nada mais é do que o tempo que seu aplicativo permanece alto e ainda é considerado interessante pelos usuários. Todo investimento tem riscos. Quando você começa a investir em uma plataforma de streaming como o Netflix, é importante determinar seu plano de carreira. Em outras palavras, antes de perder dinheiro, você deve determinar o valor da vida do cliente.

3. Despesas de marketing

Entenda que, para os empreendedores, o marketing pode ser sua salvação ou sua morte. Campanhas de marketing são uma ótima maneira de expandir seus negócios, mas isso não significa que você gaste muito dinheiro sem primeiro explicar o modelo de negócios do aplicativo Netflix. Você deve compreender o valor útil dos clientes de vários veículos.

Isso o ajudará a determinar quantos clientes você pode obter de cada cliente. Resumindo, o desenvolvimento de aplicativos do tipo Netflix pode ser um trabalho que requer muito investimento, e a boa execução do trabalho de marketing pode ser uma garantia de seu sucesso e lucro.

Principais funções de uma plataforma de streaming

Plataforma de streaming

O custo total de desenvolvimento de um aplicativo do tipo Netflix depende do número de ferramentas que ele terá. Portanto, é melhor adicionar apenas as funções principais no início para reduzir o custo inicial de desenvolvimento de um aplicativo. Quando o aplicativo se torna popular, outras funções podem ser adicionadas.

1. Plataforma

Ao investir nessa direção, é preciso atrair o máximo de público possível. Nesse sentido, é muito importante considerar o desenvolvimento de aplicativos do tipo netflix para sistemas iOS e Android. Os empresários devem entender que em alguns lugares não se deve economizar dinheiro, e a parte de desenvolvimento é uma delas. Se você deseja atrair o maior número possível de usuários, deve considerar o desenvolvimento de software para os dois sistemas conforme necessário.

2. Design

Aplicativos incompreensíveis reduzem a chance de os clientes continuarem a usá-los. Portanto, o design simples é muito importante em aplicativos Netflix. Isso permite que os clientes recebam informações importantes imediatamente e considerem o aplicativo o local ideal. Ao desenvolver um aplicativo, a experiência do usuário é crítica.

3. Perfil de usuário

A ideia de exclusividade deve ser explorada. Se a sua aplicação netflix possui área de usuário, ela deve ser desenhada de acordo com os dados pessoais de cada cliente específico. Por exemplo, o espaço é projetado para que os usuários possam adicionar seus filmes favoritos.

Além disso, podem ser criadas contas para mais de uma pessoa, de forma que, mesmo que diferentes indivíduos compartilhem a mesma mensalidade, diferentes indivíduos poderão acessar conteúdos que variam de acordo com suas preferências. Oferecer este tipo de opção no caso de uma aplicação Netflix não pode ser considerado uma perda monetária. Conforme mencionado anteriormente, pequenos detalhes podem atrair e reter seus clientes.

5. Notificação

As notificações são uma ótima oportunidade para manter aberta a porta de comunicação com os usuários. Por exemplo, se uma nova série for lançada e permitir que ele seja notificado, isso o lembrará de que ele tem um aplicativo semelhante ao Netflix e poderá solicitá-lo cada vez mais.

Nesse sentido, alinhar essas notificações ao perfil do usuário delineado pode aumentar ainda mais a chance de sua ligação ser atendida. Aproximadamente 5 milhões de pessoas na América Latina assinam a Netflix. O tempo médio que uma pessoa passa no Netflix é de 93 minutos. No segundo trimestre de 2014, os internautas passaram 5,1 bilhões de horas navegando no conteúdo do site.

Plataforma de streaming da Codificar

Com mais de 10 anos de mercado, a Codificar trabalha com o desenvolvimento de softwares e aplicativos completos, e prontos para implementação. Entre nossos produtos, temos a solução para os empreendedores que planejam se inserir no mundo dos aplicativos de streaming.
plataforma de streaming da Codificar é perfeita para a criação de um site e um aplicativos semelhantes a Netflix, capazes de superar a expectativa dos usuários. Com todas as principais ferramentas, você consegue gerenciar seu próprio projeto, capaz de competir com outros aplicativos de streaming.