1. Personalize suas landing pages Você sabe do Google Analytics e outras ferramentas on-line que você pode usar para descobrir muito sobre os visitantes do seu site. Nell Patel aproveitou isso analisando o endereço de IP do visitante e, em seguida, fazendo menção da sua localização. Isso faz com que a landing page dele se destaque, através da personalização de acordo com o perfil dos visitantes. Pense sobre quais outros tipos de personalização você pode tirar proveito. Isto pode incluir coisas como usar o endereço de IP para detectar a localização geo e depois ter certeza que seu site exibe a moeda correta, um número de telefone que é local para o visitante, etc. 2. Remova as distrações Quando alguém entra no seu site você precisa concentrar a sua atenção sobre o que você tem para oferecer. Pode ser tentador adicionar o máximo de informação que você pode para tentar convencer as pessoas a entrar no seu funil de marketing, mas o resultado é apenas a confusão! Se o visitante não pode decidir qual link clicar ou quais dos seus vídeos assistir, é bem provável que você perca esse visitante. Com tantos links para clicar, a pessoa se distrai e perde o interesse. Menos é mais! Uma abordagem mais simples, menos confusa, focaliza a atenção sobre o seu produto, serviço ou oferta. 3. Dê um prazo para as suas landing pages Em nosso blog, colocamos um temporizador em nossa página inicial. Quando o tempo acabar, a landing page desaparece e o link manda para uma página expirada. Esta é uma forma eficaz de dar às pessoas uma cutucada para fazer uma compra, se elas estiverem oscilando. Criar um senso de urgência é uma técnica psicológica bem conhecida. Quando as pessoas sentem que podem perder em algo especial, elas são mais propensos a comprar. É por isso que você vai ver muitas vezes frases como: “Não perca!”, “Apenas disponível por 24 horas!” nas páginas de vendas. As pessoas estão mais inclinadas a tomar decisões quando existe um limite de tempo. 4. Crie landing pages específicas Brian Deane do Backlinko escreveu um post épico no site do Smart Passive Income, com informações muito detalhadas sobre estratégias de backlinking. No final do post, ele linka para uma página com um download gratuito que é específico para a comunidade SPI. Isso o torna um brinde altamente segmentado, o que significa que os leitores vão estar muito mais propensos a se inscrever em sua lista de discussão. 5. Use modelos de landing pages Escolher o projeto certo da landing page é vital se você quer maximizar suas taxas de conversão e os modelos de landing page tornam isso muito mais fácil. Você não precisa entender de codificação ou ser um web designer para fazer isso, você só precisa escolher o desenho que você quer e preencher sua informação. O LeadPages é um ótimo lugar para isso. Em primeiro lugar, você escolhe o tipo de página que está procurando a partir das opções do lado esquerdo. Então, você pode selecionar “ordenar por taxa de conversão” e o LeadPages irá te dar as opções, em ordem de sucesso. Diferentes modelos têm características diferentes, assim você pode escolher um projeto que incorpora exatamente o que você está procurando. 6. Teste separar suas páginas Não importa o quanto você sabe sobre landing page, você ainda pode se beneficiar fazendo testes para ver qual das suas páginas traz mais conversões. Às vezes, até a menor mudança pode fazer a diferença, e você nunca pode prever como os clientes vão reagir a diferentes cores ou designs. Testes de separação podem ser feitos de duas formas: o teste A/B ou testes variados. O que você deve escolher vai depender do seu negócio e do número de visitantes seu site recebe. O teste A/B testa duas variações, lado a lado, de modo que você pode testar diferentes aspectos de uma landing page e escolher aquela que recebe o maior número de conversões. Testes de múltiplas variáveis são mais complexos e testam uma grande quantidade de variações ao mesmo tempo. Mesmo que uma mudança para uma página só mostre um pequeno aumento de conversão, ainda vale a pena fazer a alteração. Isso é porque você pode, então, testar outra variação, depois outra, e os pequenos aumentos nas conversões irão aumentar com o tempo até que eles alcancem um aumento significativo. 7. Crie Landing Pages compatíveis com dispositivos movéis Qualquer empresa que ignora os usuários da internet móvel está jogando fora a chance de ganhar muitos novos clientes. 58% dos americanos acessaram a internet em dispositivos e é esperado um aumento de 80% para 2017. Smartphones e usuários de tablets compõem 1/3 das conversões do Google e do Facebook, por isso não se preparar para receber esses visitantes é um grande erro. Quando um site não é compatível com dispositivos móveis, os usuários vão rapidamente para outro lugar. Se eles vêem texto minúsculo, links que não podem clicar, ou um site full-size esmagado na tela, eles não permanecem. Certificar-se de que sua landing page é compatível com dispositivos móveis é absolutamente essencial para qualquer negócio.  Resumo Desenvolver o seu produto ou serviço e construir o seu site é apenas o início do processo de construção de sua lista de clientes e obtenção de conversões. Sua landing page pode ajudar ou quebrar sua oferta ou o seu negócio, então preste atenção no que você está fazendo]]>