Website móvel e Aplicativo móvel: as principais diferenças entre eles

Em um primeiro olhar, um website móvel e um aplicativo móvel podem não ter muitas diferenças entre si. Isso não é realmente verdade. Quando falamos deles, estamos falando de duas coisas importantes, conectadas e bem diferentes.

Nesse artigo, não vamos falar sobre qual escolher. Afinal, essa não é uma pergunta de verdade. Vamos falar sobre as principais diferenças entre um aplicativo móvel e um site responsivo. Com esse conhecimento, você vai poder escolher o que ajuda mais o seu negócio, e qual prefere.

Para falar a verdade, você deve ter em mente que as duas opções podem se complementar, e ajudar seu negócio de formas diferentes.

Características de um website responsivo

Vamos começar falando do websites, porque eles apareceram no mercado antes. Além disso, é meio estranho falar sobre o desenvolvimento de um aplicativo sem nem possuir uma página simples na internet.

Em teoria, um website responsivo ou móvel é igual a qualquer outro: ele utiliza páginas HTML que podem ser acessadas por qualquer navegador. Apesar disso, mesmo que um website normal tenha como foco principal o acesso através de um desktop, um website responsivo é criado para ser visto em telas menores, como smartphones ou tablets.

Um site responsivo tem um design especial, baseado em CSS. Isso permite que o conteúdo do website possa caber em qualquer tipo de tela, independente de seu tamanho ou do dispositivo. Esse desenvolvimento também possui imperfeições: eles precisam de mais trabalho por parte dos desenvolvedores, além de maior atenção na manutenção. Além disso, um website como esse deve demorar mais para carregar nos dispositivos.

É importante não confundir sites responsivos com sites adaptáveis. Neste segundo caso, os websites também são preparados para serem visto em telas menores, mas não são tão versáteis. Na verdade, um site adaptável funciona apena com certos parâmetros de tela. Por ser difícil prever todas as possibilidades e combinações, os websites responsivos se tornam escolhas melhores.

Hoje, muitas empresas possuem sites, utilizados para divulgar informações e serviços na maioria das plataformas. Isso é crucial para aquelas que procuram novos clientes.

Quando as pessoas procuram informações, elas não pesquisam nas lojas de aplicativos. É mais comum que eles pesquisem em mecanismos como o Google. Sendo assim, os resultados devem consistir em páginas da web, e em poucos casos podem incluir alguns aplicativos. E se alguém está pesquisando direto na loja de aplicativos, você deve imaginar como deve ser difícil ter que avaliar cada um dos aplicativos disponíveis.

Além de tudo, o Google gosta de sites amigáveis e responsivos, atribuindo melhores avaliações.

Para resumir, vamos falar de algumas das principais características de websites responsivos:

  • Um website responsivo está disponível para todos os usuários. Não é necessário fazer nenhum download ou instalação. Além disso, a maioria dos websites são gratuitos para navegação. Independente do sistema operacional, você pode utilizar um website responsivo no seu smartphone. Mas não se esqueça de um detalhe importante – conexão com a internet. A maioria dos websites não funcionam sem ela.
  • Um website pode ser atualizado facilmente. Ao contrário dos aplicativos, um usuário não precisa instalar uma nova versão de um site para aproveitar as novidades e atualizações. Eles podem simplesmente aproveitar a nova versão do produto. Ao mesmo tempo, é mais fácil e mais barato para que o dono atualize um website.
  • O site móvel é mais barato. Você não precisa criar um aplicativo nativo para cada tipo de smartphone ou tablet, quando você possui um site responsivo. Eles também possui menos custo de manutenção,e pode trabalhar o SEO de foma mais simples. É possível, porém, que um website não satisfaça todas as necessidades do serviço, além de ser necessário pagar por um domínio e pela hospedagem.

Por que escolher um aplicativo móvel?

Pelo início do texto, pode ser que você ache que um website responsivo é a solução para todos os problemas, mas essa não é a realidade. Os empreendedores devem sempre pensar no futuro, que está resumido em tecnologias móveis e seu desenvolvimento.

Mas afinal, o que é um aplicativo móvel? Ele é um software que pode ser instalado nos dispositivos móveis, como smartphones ou tablets. Os aplicativos são desenvolvidos para diferentes sistemas operacionais. Os sistemas mais populares são o iOS, Android e o Windows Phone. Nesse artigo, estamos falando principalmente de aplicativos nativos.

Os aplicativos móveis funcionam de uma forma diferente, quando comparados a websites móveis. Eles não podem ser executados em todos os dispositivos, e precisam ser instalados de forma separada. Apesar disso, eles conseguem promover um experiência de uso única. Enquanto seu website é focado na atração de novos clientes, os aplicativos podem ser focados em usuários regulares.

Um aplicativo móvel é uma ótima solução para pessoas que precisam completar algum objetivo. Um aplicativo bem desenvolvido deve permitir que seus clientes consigam realizar tudo que precisam em poucos cliques.

Sendo assim, não caia no erro de transformar seu aplicativo em um clone de seu website. Ao contrário disso, você deve criar novas ferramentas e funções que refletem a ideia principal de seu negócio, desenvolvê-las, e criar uma plataforma fácil de ser utilizada.

Você também pode incluir notificações push!

Apesar de tudo, você deve lembrar que essa opção é bem mais cara. Afinal, você precisa criar aplicativos diferentes para plataformas diferentes. Em primeiro caso, você deve pensar no iOS e no Android. O primeiro trás uma renda melhor, enquanto o segundo possui maior número de downloads. Sendo assim, você deve contratar uma empresa focada no desenvolvimento.

Vamos falar agora das principais características de um aplicativo móvel:

  • Foco especial em ferramentas e funções. Um aplicativo móvel não precisa duplicar todas as características do website responsivo. Algumas funções do aplicativo podem não se aplicar ao site (até mesmo por definições técnicas) e vice versa. Por exemplo, os usuários do Instagram podem ver as publicações no website, mas ainda não podem fazer upload sem o aplicativo.
  • Aplicativos móveis funcionam de forma diferente. Os aplicativos precisam que o download e a instalação sejam feitos, além de precisarem de acesso a informação pessoal ou serviços de terceiros. Ao mesmo tempo, os aplicativos oferecem maior segurança que os navegadores.
  • Aplicativos podem funciona offline. Dependendo das funções do aplicativo, você pode baixar informações ou conteúdo para usá-las mesmo sem internet. Por exemplo, a maioria das funções dos aplicativo BBC News e Spotify continuam funcionando sem internet.
  • Design focado no usuário. Quando falamos do design, os aplicativos móveis tendem a ser mais resistentes à mudança no tamanho de telas e dispositivos. Além disso, o design dos aplicativos é mais interessantes e amigável, por serem feitos em uma plataforma específica. As mídias costumam carregar mais rapidamente e um aplicativo utiliza menos dados móveis.
  • Utilização dos componentes do dispositivo móvel. Um aplicativo móvel funciona melhor com acesso ao microfone, câmera, GPS, etc. Esses sensores melhores a performance e a interação com o usuário. Assim, você consegue acesso a diferentes opções do telefone, como ligações ou geolocalização, com apenas alguns toques.

Portanto, se estamos falando de um serviço em particular, é mais conveniente possuir um aplicativo móvel do que uma página na web.

Conclusão

As duas opções possuem vantagens e desvantagens. Um aplicativo móvel não e sempre melhor que um website e vice versa. Para escolher entre eles, você precisa entender o propósito de seu produto: quem vai usá-lo? Com que frenquência?

Além disso, o mais importante é a necessidade de funcionalidade e o custo do desenvolvimento deste produto. Do ponto de vista financeiro, o desenvolvimento web é uma opção melhor. Nesse caso, o conteúdo é mais importante que a expressão visual. Um aplicativo móvel deve ser preferência quando se espera uma performance maior.

Outra coisa a se considerar é a disponibilidade offline. Aplicativos móveis não dependem de acesso a internet, ao contrário de websites responsivos. Assim, a maioria das operações de um aplicativo podem ser feitas sem conexão.

É claro que não há uma resposta simples quando comparamos as duas opções. A decisão deve ser tomada pensando em seus usuários e clientes. Você deve pensar em fazer o melhor para eles.

No fim de tudo, temos uma questão: quem diz que você precisa escolher apenas uma das opções? Existem muitas empresas que decidiram não se limitar, e utilizam as duas formas de representação.

Desenvolvimento de aplicativos da Codificar

A Codificar trabalha com o desenvolvimento de aplicativos há mais de 10 anos, construindo plataformas de grande desempenho e casos de sucesso. Se você deseja entrar para o mercado online, podemos te ajudar.

Fale com a nossa equipe através do formulário abaixo:

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>