Startups unicórnio: a inovação como chave do crescimento

Em uma economia cada vez mais disputada, startups e empreendedores precisam encontrar novas formas de se destacar. A inspiração de muitos deles está em startups de sucesso, que criaram novos modelos de negócio.

Uma meta comum entre estes empreendedores, é estar por trás da criação de uma start-up unicórnio, e impactar a forma como os produtos e serviços são oferecidos.

As startups unicórnio – termo quase mítico no mundo dos negócios – são aquelas empresas que alcançaram o valor de mercado de 1 bilhão de dólares, ou reais, antes mesmo de abrirem seus investimentos junto à bolsa de valores.

Dentro dessa categoria, se encontram aqueles investimentos que começaram de forma simples, mas que, devido ao nível de inovação, e boas práticas de desenvolvimento, conseguiram evoluir de forma fantástica.

Entre as startups unicórnio mais conhecidas estão empresas e serviços que já fazem parte de nosso dia a dia, como o Uber, o Spotify, o Snapchat e o Airbnb. Uma tendência pode ser observada: as empresas que alcançam essa marca tendem a oferecer um tipo de serviço que se torna popular e essencial na vida de muitos.

Então, com isso em mente, é possível entender o que constitui uma empresa unicórnio – o que é um primeiro passo para entender como se juntar a esse seleto grupo de startups. Qualquer tipo de investimento pode se tornar arriscado, mas com uma boa estratégia e metas bem definidas, é possível arquitetar uma forma de alcançar um sucesso parecido com esses casos de sucesso.

O empreendedorismo no Brasil ganhou um fôlego interessante nos últimos anos, e mesmo que ainda não tenha produzido uma startup unicórnio, o país é berço de grandes ideias, que já chegam próximas dessa marca. Empresas brasileiras, como a NuBank e o 99 Taxis, usaram sua fórmula de inovação para crescer seu negócio, e tem um valor de mercado que as aproxima cada vez mais do título de start-up unicórnio. Isso mostra que há outra tendência ligada a estas empresas: o uso de ferramentas digitais para interessar e captar clientes.

É possível se tornar uma startup unicórnio?

A resposta é simples: sim. Com muito esforço e um serviço interessante, é possível chegar a essa marca mítica. “É preciso encontrar uma ideia genial, e contratar a melhor equipe para executá-la. Muitas vezes uma ideia já existente pode ser adaptada, e conseguir ainda mais sucesso” segundo Raphael Canguçu, CEO da Codificar. A empresa, que trabalha com o desenvolvimento de aplicativos em Belo Horizonte, tem expertise na criação de plataformas de serviços white label.

O empreendedor acredita que as próximas startups unicórnio podem estar dentro do mesmo mercado de empresas como o Uber, o iFood e o Airbnb. “As melhores ideias são aquelas que foram aprimoradas para um mercado amplo e focam no crescimento, e grandes players do mercado já sabem disso. Um empreendedor que quer criar uma dessas plataformas tem muito a aprender com eles, e pode se tornar um concorrente melhor que eles.”

Uma boa observação é que muitas startups focadas mobilidade, como o Uber, ou o Cabify, figuram a lista de empreendimentos que ultrapassam o valor de 1 bilhão de dólares. Com isso em mente, é imprescindível analisar o que fez dessas empresas investimentos tão especiais. Um empreendedor que tem a ideia correta pode se tornar o criador de uma start-up unicórnio, e até mesmo dono do próximo Uber.

A solução para startups unicórnio: plataformas white label

Se você deseja alcançar o mesmo nível de sucesso das startups unicórnio, é imprescindível ter a disposição o melhor da tecnologia. Pensando nisso, a Codificar utiliza sua expertise para criar plataformas white label prontas para implantação, nos mais diversos campos de atuação digital.

Entre plataformas de mobilidade, como o Uber Clone, de delivery e de serviços gerais, temos uma gama de soluções para seu investimento. Conheça mais dos produtos da Codificar em nossa página.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>