Como os aplicativos ficaram populares?

Nos dias de hoje, estamos acostumados a utilizar pelo menos um aplicativo por dia. Com eles podemos checar nossas contas no Banco, fazer apostas o nosso time preferido, comprar roupas ou encontrar os melhores trajetos diários. Eles fazem isso e muito mais.

Mas como tudo isso começou, e como tudo evoluiu para chegar no momento que estamos hoje? Além disso, o que o futuro guarda para o mundo dos aplicativos?

O começo da revolução dos aplicativos móveis

Existe uma pessoa liderou a revolução dos aplicativos móveis: Steve Jobs. o pioneiro da Apple disse em 1983, seis meses antes do lançamento do primeiro computador Macintosh, e ele seria como uma loja de discos, onde o software poderia ser baixado através de linhas telefônicas.

Agora pense em seus aplicativos e nas lojas disponíveis. Ele conseguiu prever o futuro de uma forma interessante, não é mesmo?

A história começa com o primeiro smartphone, se não foi criado pelo Android ou pela Apple, mas pela IBM. O modelo Simon foi lançado em 1994, e, mesmo sem uma loja de aplicativos, possuía um grande número de aplicações em sua memória, incluindo um calendário, calculadora, livro de endereços, bloco de notas, rascunhos e e-mail.

Mesmo que essas ferramentas não fossem conhecidas como aplicativos, elas eram os primeiros sinais do que estava por vir, e os primeiros passos para chegarmos no momento que estamos hoje.

Outros avanços tecnológicos foram feitos, à medida que mais empresas entraram no mercado de desenvolvimento mobile, entre elas a Nokia.

Dependendo da sua idade, você deve ter jogado snake em um de seus dispositivos nos anos 90. Aquele jogo, como muitos outros baseados em Java, foram grandes aplicativos móveis, apesar de bastante diferentes dos que temos hoje.

Em 2002 as coisas avançaram ainda mais, com o lançamento dos modelos BlackBerry. Junto com os famosos teclados ‘qwerty’, eles também possuíam ferramentas avançadas, incluindo os jogos, editores de ringtones, calendários, listas de tarefas, e muito mais.

O primeiro iPhone

Em 2007 o mundo vê o Steve Jobs voltar a mudar o mercado mais uma vez, e avançar as coisas com mais rapidez do que qualquer outra empresa poderia prever. O primeiro iPhone veio com uma grande gama de ferramentas,Incluindo mapas, fotos e clima, mas o lançamento do iPhone 3G foi o que mudou a forma como usamos os aplicativos móveis, e revolucionou a indústria tecnológica como um todo.

Antes do lançamento dos telefones, a Apple anunciou os planos para o lançamento de um kit de desenvolvimento de software exclusivo para terceiros, com foco na criação para iPhone. Isso significava que desenvolvedores poderiam criar aplicativos, que poderia ser acessado pelos usuários através de seus próprios dispositivos. Isso foi o início do lançamento de empresas focadas no desenvolvimento móvel.

Lançamento da Apple Store

Em junho de 2008 Apple Store foi lançada com mais de 500 aplicativos. Steve Jobs disse que os desenvolvedores conseguiriam alcançar todos os iPhones existentes através da AppStore.

Houveram mais de 10 milhões de downloads de aplicativos nos primeiros dias, mostrando o grande alcance e potencial dos aplicativos, com muitos sendo oferecidos gratuitamente ou por preços baixos.

A Google entra no mercado… 4 anos depois

Depois de certo tempo, a Google lançou sua própria versão da AppStore, Google Play, que era casa de todos os aplicativos disponíveis para usuários Android. Mesmo com vários mercados individuais para usuários Android já existentes, entre eles o Android Market, o Google Books Google Music, foi decidido e todos se juntariam dentro de uma aplicação ainda mais extensa, para alcançar os clientes em massa.

O mundo dos aplicativos continua crescendo

Com a Apple Store e a Google Play ajudando milhões de pessoas a encontrarem seus aplicativos por todo o mundo, e novos aplicativos entrando no mercado todos os dias, os downloads individuais dos aplicativos começaram a atingir os milhões em poucos dias.

Aplicativos como Candy Crush, Temple Run e Angry Birds começaram a lucrar milhares de dólares, fazendo com que se tornassem grandes tendências. O Angry Birds é um grande exemplo, já que o aplicativo se tornou uma marca própria, ou outros tipos de produtos e até mesmo um filme.

Aplicativos como o Snapchat, Instagram e o Vine foram lançados para alcançar a demanda crescente de informação visual, e os três começaram a ganhar o mercado de aplicativos estabelecidos, como o Facebook, no número de downloads diários.

Isso, inclusive, chamou a atenção do Facebook, que comprou o Instagram por um bilhão de dólares, o que mostrou aos desenvolvedores que eles poderiam se tornar milionários apenas com uma boa ideia. isso sem contar o número de aplicativos que incorporou compras dentro das plataformas para aumentar o lucro.

Os aplicativos disponíveis de todas as formas e em todos os dispositivos nos dias de hoje, não estamos restringidos apenas aos telefones, mas também temos tablets e até mesmo relógios. Nunca foi tão fácil acertar os aplicativos móveis, e eles se tornaram uma parte essencial do nosso dia a dia. Mas como será o futuro? Quais os próximos passos para os aplicativos móveis?

Como aplicativos web progressivos estão mudando o jogo novamente

Nosso desejo por acesso um instantâneo ao que queremos está tornando o tempo necessário para encontrar, baixar e acessar um aplicativo algo frustrante. Nós queremos todas as ferramentas dos aplicativos que gostamos na ponta de nossos dedos, assim como podemos contar com websites tradicionais, e é exatamente isso que os aplicativos web progressivos (progressive web apps -PWA)  podem oferecer.

Oferecendo todas as ferramentas que amamos nos aplicativos, inclui o scrolling, menus customizados, notificações push e carregamento instantâneo, a melhor coisa dos PWA é que eles podem ser acessados diretamente de nossos navegadores. Assim, não precisamos procurar os aplicativos nas lojas, podemos apenas procurar no Google ou acessar a URL.

Ou mais pessoas utilizando os dispositivos para o acesso de informação, um PWA é uma grande vantagem independente do mercado que é inserido. A era dos grandes websites, com centenas de páginas, e demoram muito para carregar, está acabando. Ela será substituída por uma era ainda mais jovem e interessante, portanto é importante que seu negócio não fique para trás.

Como a Google é uma grande advogado dos aplicativos web progressivos, você pode ficar tranquilo: seus ranking de busca não vão desaparecer quando você trocar para um PWA. Você pode inclusive observar algumas melhoras, graças à funcionalidade melhorada.

Oferecendo estabilidade através do carregamento instantâneo, e menos tempo para atualizações, melhora no tempo de resposta engajamento, os aplicativos nativos parecem trazer uma experiência completamente emissiva, o que torna os aplicativos web progressivos o futuro do mundo móvel.

Os aplicativos móveis se desenvolveram bastante desde as previsões de Steve Jobs em 1983, e eles continuaram ganhando popularidade, através da nossa demanda de melhorias.

Desenvolvimento de aplicativos da Codificar

Se você deseja criar aplicativos móveis interessantes, com todas as ferramentas necessárias para o sucesso, você está no lugar certo. A Codificar trabalha com o desenvolvimento de aplicativos a mais de 10 anos, e foi responsável por dezenas de casos de sucesso.

Conheça mais do nosso serviço de desenvolvimento de aplicativos e entre em contato através do formulário abaixo:

Desenvolvimento de aplicativos

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>