Aprenda a criar um aplicativo de relacionamento como o tinder

O Tinder é considerado atualmente o aplicativo de relacionamento mais popular do mundo. Com uma proposta baseada em encontrar parceiros através de geolocalização, o aplicativo é um grande sucesso. Quer saber como criar um aplicativo de relacionamento como o tinder? Continue lendo.

Como o Tinder começou?

Pensando na correria do cotidiano e na falta de tempo das pessoas, o Tinder foi fundado em 2012 por Sean Red, na cidade de Los Angeles. O aplicativo de relacionamento surgiu com o propósito de facilitar encontros, fazendo com que as pessoas só conseguissem entrar em contato quando há um interesse mútuo entre elas.

Para que o objetivo da ferramenta fosse alcançado, o aplicativo foi desenvolvido para funcionar de maneira simples: uma lista de fotos de pessoas são mostradas e o usuário desliza para a direita caso tenha interesse e a para esquerda caso não tenha, simples assim.

A solução criada foi um sucesso e o aplicativo no terceiro trimestre de 2018 já contava com 3,8 milhões de usuários ao redor do globo.

Como funciona um aplicativo de relacionamento como o Tinder?

A dinâmica do Tinder é simples. Você faz login com seu número de telefone celular ou facebook e através dos dados de localização e configuração de preferências como sexo e idade, o aplicativo exibe fotos de outros usuários que estão próximos de você. Caso se interesse por alguém, é só deslizar para a direita e se a pessoa também te der um like, temos o que o aplicativo chama de “match”. Apenas após o match torna-se possível entrar em contato com a pessoa através de um chat para que elas possam se conhecer melhor.

Para incrementar o aplicativo, o Tinder possibilita a integração do perfil dos usuários com outras redes sociais. Com o Instagram, por exemplo, é possível exibir as imagens postadas no feed da rede social no perfil do Tinder. Já com o Spotify, é possível acrescentar ao perfil os seus artistas favoritos.

Como ganhar dinheiro com um aplicativo de relacionamento?

Segundo o Estadão, o Tinder foi considerado o aplicativo mais rentável do ano de 2018. O sucesso da empresa é inquestionável e como reflexo disso, o primeiro trimestre de 2019 foi fechado com uma receita de 260,7 milhões de dólares. Mas como um aplicativo primordialmente gratuito consegue tamanho faturamento? Atualmente a monetização do aplicativo é feita de 3 formas:

  1. Publicidade: Utilizado na versão gratuita, o aplicativo disponibiliza espaço entre o “cardápio” de usuários para que outras empresas possam pagar para anunciar seus produtos dentro do aplicativo.
  2. Tinder Plus: Plano de assinatura livre de anúncios e que além disso permite funções especiais como: curtidas ilimitadas, 5 super likes por dia, passaporte para ter acesso ao perfil de pessoas do mundo todo entre outros.
  3. Tinder Gold: É o plano mais caro do aplicativo e que além de todas as funcionalidades do Tinder Plus ainda possibilita que o usuário saiba previamente quem curtiu o seu perfil. O plano mensal custa R$25,90 e junto com o tinder plus soma mais de 1 milhão de usuários atualmente.

Como criar um aplicativo de relacionamento?

Para criar um aplicativo de relacionamento é preciso seguir alguns passos para que o seu objetivo seja alcançado. Os passos básicos são os mais importantes e por isso é importante defini-los previamente antes de colocar em prática a sua ideia. São eles:

1. Determinar a segmentação

É fato que atualmente há muitas opções de aplicativos de relacionamento, mas ainda sim, este é um bom mercado para se investir. Para isso, é importante que você ofereça um diferencial dentre os demais, determinar o público e definir bem o propósito que você deseja trazer através do aplicativo.

2. Monetização

Ao investir na ideia de criar um aplicativo você espera obter lucro, certo? Portanto, antes mesmo de começar o desenvolvimento é importante definir quais serão as formas que você irá monetizar o seu produto.

3. Investimentos em Marketing

Por mais que seu aplicativo seja incrível e funcional, para que ele seja um sucesso é necessário que as pessoas o conheça. Para isso, é necessário investir em marketing para que haja uma divulgação eficiente do aplicativo que como consequência irá angariar usuários. Essa etapa é de extrema importância, pois, para um aplicativo de relacionamento dar certo é necessário um grande número de usuários disponíveis.

4. Funções principais

Para ter um aplicativo tipo Tinder é necessário que ele tenha algumas ferramentas específicas para que ele consiga desempenhar suas devidas funções. Dentre os principais estão:

  • Geolocalização: Necessário para saber os usuários que estão próximos;
  • Integração com redes sociais: Além de necessário para efetuar login no aplicativo, a integração com rede sociais permite que o usuário compartilhe as fotos postadas no app de relacionamento;
  • Refinamento de busca: É interessante para o usuário a possibilidade de filtrar os usuários por idade, gênero e raio máximo de distância;
  • Chat: para entrar em contato com outros usuários
  • Notificações: Quando há um novo match
  • Controle de usuários: Seguir uma política de segurança é importante para que os usuários não se sintam ameaçados por estranhos. Dessa forma, dispor um botão de denúncia no aplicativo de relacionamento e analisar as ocorrências para evitar situações desagradáveis é essencial.

5. Formas de desenvolver um aplicativo

Depois que a sua ideia estiver bem planejada é hora de desenvolver o aplicativo. Para isso, é necessário uma equipe que entenda do assunto e possa colocar no ar um aplicativo com a melhor interface para o usuário final, e seguindo as mais recomendadas práticas de gestão de projetos.

Para facilitar esse processo, atualmente há empresas de tecnologia que realizam o desenvolvimento do aplicativo do 0 e também as que contam com plataformas white-label prontas para a personalização da sua marca. Independente da forma, escolha profissionais que realizem trabalhos com qualidade e que possuam credibilidade no mercado para que o seu aplicativo de relacionamento seja um verdadeiro sucesso.

Outros aplicativos de relacionamento bem-sucedidos

  • OkCupid: Nesse modelo o usuário responde à 15 perguntas que irão determinar as preferências pessoais e sugerir pessoas compatíveis a personalidade demonstrada através do teste;
  • Happn: Baseado primordialmente em geolocalização, no happn você tem acesso a perfis das pessoas com quem você cruzou na rua. Através do aplicativo, você consegue saber até quantas vezes a pessoa passou por você e caso os usuários tenham um interesse mútuo, é possível iniciar uma conversa;
  • Grindr: Aplicativo voltado para homens homossexuais e que possui dinâmica diferente do tinder. No grindr é possível iniciar uma conversa com qualquer usuário, sem que seja necessário troca recíproca de likes.

Quer desenvolver um aplicativo de relacionamento parecido com o Tinder?

A Codificar é uma empresa do ramo de tecnologia que pode ajudar você a desenvolver o seu aplicativo de relacionamento. Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais informações!

Você quer desenvolver um aplicativo de sucesso?
Descubra como:
Enviar