10 profissionais do (e com) futuro que já ganham até R$ 26 mil no Brasil

São Paulo – Mais de 3 mil gerentes de operações de companhias de diversos países, inclusive do Brasil, indicaram funções na área de administração e negócios que ganham destaque no mercado de trabalho e demanda devido aos avanços tecnológicos.

Além do impacto de inovações e ferramentas, em comum entre as funções mais citadas há a dificuldade de recrutamento, sobretudo no Brasil. “São áreas com necessidade de desenvolvimento. Por serem novas funções, a oferta de pessoas qualificadas e bem preparadas é baixa”, diz Maria Sartori, diretora de recrutamento da Robert Half.

Multinacionais e empresas de tecnologia ditam a tendência por aqui, mas a demanda deve se espalhar, nos próximos anos, para companhias das mais diversas áreas.

No Brasil, funções ligadas ao e-commerce e à área de e-learning se destacam pelo volume vagas, segundo a executiva. A lista abaixo pode ser entendida como caminhos interessantes para transições de carreira e especializações. Confira a lista, o perfil profissional e o percentual de gerentes de operações brasileiros que consideram a função emergente:

1. Especialista em e-commerce/ gerente de compras online: 41%

O que faz: organiza todo o formato do negócio, monta o site e define o portfólio. Já os profissionais que atuam em grandes varejistas cuidam da parte de supply chain do e-commerce, sendo responsáveis por todo o canal de vendas. Suas atividades vão desde a estruturação do site, precificação e portfólio até o ciclo de entrega e satisfação do cliente.

Perfil: arrojado e multitarefa, com forte viés na área comercial, visão de negócio e rentabilidade. Há profissionais de administração, engenharia e logística.

Por que está em evidência? Por conta da necessidade das empresas em trabalhar suas marcas online.

Que tipo de empresa contrata? Toda empresa que queira oferecer seu produto ou seu serviço online. Também tem força em empresas de produtos físicos, bens de consumo, alimentos e redes de varejo.

Quanto ganha no Brasil? De 6 mil reais a 18 mil reais.

2- Gerente de e-learning: 40%

O que faz: atua como gerente de treinamentos, só que focado em cursos virtuais oferecidos pela empresa. Também pode ser responsável pela administração da universidade online, contratando cursos de outras instituições de ensino, ou elaborando um portfólio próprio.

Perfil: geralmente é uma pessoa que veio da área de recursos humanos, com perfil mais analítico e formação em cursos de humanas. Idiomas costumam ser um ponto importante, pois podem haver parcerias com empresas internacionais. Há alguns cursos técnicos na área de RH para essa parte de treinamento, com certificações curtas.

Por que está em evidência? As empresas investem em cursos virtuais para que o funcionário não precise ficar se deslocando o tempo todo. Além disso, a eficácia de curso e-learning é comprovada como a do tipo presencial.

Que tipo de empresa contrata? O profissional atua dentro da área de recursos humanos ou comunicação de grandes empresas. Em alguns casos, a área de treinamento é um departamento à parte.

Quanto ganha no Brasil? De 10,5 mil reais a 23 mil reais.Veja também

3- Consultor de transformação digital: 40%

O que faz: responsável pela interface de migração dos meios tradicionais para digitais, incluindo estratégia de redes sociais.

Perfil: pode ter formação em TI, marketing, publicidade e jornalismo. É um profissional com alto domínio de tecnologia, comunicativo e analítico. É alguém que consegue projetar, por exemplo, os possíveis resultados de um investimento em mídias sociais.

Por que está em evidência? Porque traz resultados expressivos, com baixo investimento, em um curto espaço de tempo.

Que tipo de empresa contrata? Todo o tipo de empresa: desde a mais tradicional até as startups. É uma profissão nova e pode ser considerada um braço da área de comunicação ou marketing. Em muitos casos, o tipo de contrato é freelancer.

Quanto ganha no Brasil? De 4,5 mil reais a 9,5 mil reais.

4. Assistente virtual: 38%

O que faz: atua como um assistente técnico ou um secretário, mas na modalidade home office, dando suporte para uma ou mais empresas.

Perfil: geralmente a formação é secretariado e administração. Alguns não possuem formação superior, apenas técnica. “Dessa lista é a função com mais oportunidades para quem está em começo de carreira”, diz a gerente da Robert Half.

Por que está em evidência? Pela flexibilidade e facilidade que ele fornece para as empresas. As empresas não precisam aumentar seu quadro de funcionários para uma função de suporte para ações pontuais e específicas.

Que tipo de empresa contrata? No Brasil é uma profissão ainda no início. Os profissionais não possuem vínculo empregatício, prestando o serviço como freelancer.

Quanto ganha no Brasil? De 1,5 mil reais a 4 mil reais.

5. Gerente de customer experience – 34%

O que faz: a atuação é semelhante à do gerente de atendimento ao cliente, mas com atenção para o que ainda pode ser feito para melhorar a experiência do cliente no futuro e atrair novos compradores. Faz pesquisas para desenvolver ações de melhorias.

Perfil: as características demandadas desse profissional lembram às um gestor de vendas, com visão de mercado focada em ampliar a participação da empresa nele. Possui senso de dono, com boa capacidade analítica.

Por que está em evidência? É um profissional que pode fazer a empresa aumentar sua competitividade por de estratégias de engajamento.

Que tipo de empresa contrata? Empresas tradicionais e de grande porte são as que mais contratam. O profissional pode estar dentro da área de vendas, planejamento estratégico ou alocado no departamento de marketing.

Quanto ganha no Brasil? De 9,5 mil a 18 mil reais.

6. Especialista em diversidade: 32%

O que faz: sua função é garantir a retenção de funcionários e atrair talentos garantindo que a diversidade de raça, gênero e de cultura exista na companhia.

Perfil: habilidade para se comunicar com mais diferentes níveis hierárquicos. Multitarefa, carismático, sensível ao clima organizacional.

Por que está em evidência? A diversidade é um dos assuntos em mais evidência.

Que tipo de empresa contrata? Multinacionais e grandes empresas. O profissional pode ter vindo de dentro da própria empresa, migrando de outras áreas para essa função, ou é uma pessoa de recursos humanos, focado em diversidade. Em algumas empresas ele atua dentro do RH, mas em outras, a área de diversidade é uma diretoria separada, diretamente ligada ao CEO.

Quanto ganha no Brasil? De 11 mil reais a 25 mil reais.

7. Gerente de talentos: 28%

O que faz: foco na retenção e desenvolvimento de talentos. Ele participa ativamente com as linhas de negócios, buscando os profissionais necessários para cada momento da empresa ou de uma área específica. Planejamento de sucessão também é sua responsabilidade.

Perfil: generalista de recursos humanos ou com histórico em desenvolvimento humano, em treinamentos. Deve ser alguém provocativo para gerar questionamentos positivos, comunicativo e com habilidade de raciocínio lógico. Formação em humanas. Principalmente na área de psicologia ou de administração.

Por que está em evidência? Muitas empresas fizeram demissões para redução de custos e estão equipes pequenas em que profissionais acumulam funções. Uma eventual saída dessas pessoas poderia ter impacto grande. Daí a importância de alguém focado no mapeamento de profissionais e na análise de risco de perda de pessoas chave para a organização.

Que tipo de empresa contrata: é um profissional que pode atuar em diversos de empresas.

Quanto ganha no Brasil: De 12 mil reais a 26 mil reais. É a posição que atinge a maior faixa salarial por conta do nível de experiência e também pela conjectura. “A valorização dessa posição está ligada ao momento econômico do Brasil e não tanto ao advento da tecnologia”, diz Maria Sartori.Veja também

8. Gerente de engajamento: 27%

O que faz: atua para melhorar o clima de trabalho e o engajamento interno (entre funcionários e áreas) e externo (clientes, fornecedores e meio-ambiente).

Perfil: multitarefa, com habilidade de transitar bem entre todos os níveis e áreas da empresa, boa capacidade de relacionamento interpessoal, boa capacidade analítica e de pensamento estratégico. Geralmente é uma pessoa que já passou pela área de marketing, comercial ou de recursos humanos.

Por que está em evidência: quanto mais engajada mais produtiva é a equipe. Obter bons resultados de satisfação profissional é uma forma de a empresa se diferenciar e conquistar mercado.

Que tipo de empresa contrata? Atua em todos os segmentos, mas principalmente em empresas de grande porte, com muitos colaboradores, alto faturamento e uma estrutura robusta.

Quanto ganha no Brasil: de 11 mil reais a 20 mil reais.

9. Gerente de bem-estar

O que faz: promove ações internas para melhorar o bem-estar dos funcionários e, consequentemente, o clima organizacional. Exemplos de ações de engajamento: massagem no escritório, oferta de frutas, desenvolver políticas de folgas e de home office.

Perfil: em geral é um profissional de recursos humanos que absorveu essa função.

Por que está em evidência? O investimento em bem-estar é uma forma de atrair e reter talentos o que, consequentemente, é bom para os negócios.

Que tipo de empresa contrata? Empresas de grande ou de médio porte são as que mais contratam.

Quanto ganha no Brasil? De 7 mil reais a 13 mil reais em empresas pequenas e médias e de 11 mil reais a 20 mil reais em empresas grandes.Veja também

10. Gerente de recrutamento: 25%

O que faz: investigas as necessidades de cada área para recrutar e selecionar profissionais de modo assertivo.

Perfil: ágil e multitarefa. Resiliência é também um fator essencial para se dar bem na função.

Por que está em evidência? Porque traz estratégia para a área de seleção, evitando contratações erradas.

Que tipo de empresa contrata? Empresas de todos os portes e segmentos.

Quanto ganha no Brasil: de 9 mil reais a 23 mil reais.

FONTE: Exame

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>