Como funciona um aplicativo de serviços gerais

Os aplicativos que prestam serviços se tornaram tendência no mundo atual. Afinal, eles são utilizados para criar demandas, facilitando o dia a dia do usuário e a capacidade de realização de simples tarefas. Desde o lançamento do Uber, o mercado entendeu que este tipo de aplicativo pode conseguir grande sucesso, e que seu modelo pode ser adaptado. Isso fez com que alguns empreendedores, que entendem essa tendência, investissem em seu próprio aplicativo como o Uber. Entre as várias áreas possíveis, temos a oportunidade de construir um aplicativo de serviços gerais.

Um aplicativo para contratação de serviços gerais permite que seus usuários encontrem e façam solicitações ao profissionais de forma rápida e simples. Essa tecnologia também pode ser responsável por aumentar o número de demandas a estes profissionais, o que também pode gerar receita ao seu negócio.

Mas, afinal, como funciona um aplicativo de serviços gerais? Falaremos mais sobre isso a seguir!

O modelo de negócios de um aplicativo de serviços gerais

Para falar de qualquer tipo de mercado, precisamos começar falando de como ele se mantém, ou seja, seu modelo de negócios.

Um aplicativo para contratação de serviços gerais tem um modelo de negócios e de funcionamento parecido com o que é usado pelo Uber. Em resumo, um aplicativo de serviços gerais permite que profissionais autônomos (como eletricistas, encanadores, faxineiras, etc) se cadastrem em uma plataforma de contratação. Os clientes, por sua vez, utiliza a plataforma para encontrar os profissionais certos para desenvolver a tarefa. Os profissionais são apontados pelo sistema de acordo com sua localização e adequação.

Dessa forma, com este modelo P2P (peer to peer – serviços prestados entre pessoas), as tarefas são realizadas. Uma plataforma como esta pode lucrar de duas formas principais. Elas são listadas abaixo:

  1. Comissão – este é o modelo de receita adotado pelo Uber. A cada serviço prestado dentro do aplicativo, uma porcentagem fixa é retida, e é adicionada a receita da empresa, enquanto o restante do valor fica com o profissional. Essa é a forma mais popular de gerar lucro em plataformas de economia compartilhada.
  2. Mensalidade – este modelo se baseia na cobrança de uma mensalidade de seus profissionais. Sendo assim, uma taxa fixa é paga para que eles possam utilizar a plataforma, independente de quantos serviços foram prestados.

A forma de monetização escolhida fica a critério da empresa dona do aplicativo, mas é sempre interessante que ela beneficie também os profissionais e os clientes. A principal maneira de fazer com que um aplicativo de serviços gerais se torne um sucesso é oferecer oportunidade de crescimento para os profissionais cadastrados, e garantir um serviço de qualidade aos clientes.

Como funciona um aplicativo de serviços gerais

Um aplicativo como este trabalha de formar semelhante ao modelo Uber. Sendo assim, ele se baseia na geolocalização para conectar usuários aos profissionais autônomos. Dessa forma, o tempo de atendimento da solicitação é diminuído, mantendo clientes e profissionais mais satisfeitos com a plataforma. Abaixo, vamos falar sobre como funciona a utilização das duas versões de um aplicativo de serviços gerais:

Utilizando o aplicativo do cliente

Como dito anteriormente, um aplicativo de serviços gerais tem um funcionamento parecido com o do aplicativo Uber. Vamos falar mais detalhadamente sobre como ele funciona abaixo:

  1. Login – Para utilizar o aplicativo, o cliente precisa criar uma conta. Ele pode fazer isso usando seu e-mail, ou utilizando alguma rede social, como o Facebook. A partir da criação, sua conta ficará conectada ao dispositivo.
  2. Procura – Aqui, o usuário informa os detalhes do que necessita. Ele procura os profissionais e informa os principais detalhes de sua solicitação, e aguarda o sistema realizar a estimativa de preços.
  3. Confirmação de solicitação – Em posses das estimativas do sistema, o cliente, então, confirma a solicitação. Em seguida, o sistema irá encontrar o profissional correto para que ela seja realizada, baseando-se na geolocalização. Assim que encontrado, o profissional receberá os detalhes da solicitação.
  4. Execução – Nessa etapa, o cliente aguarda que o profissional realize a solicitação.
  5. Pagamento – O pagamento pode ser automático, feito através do próprio aplicativo, no caso do uso de cartões. Outros aplicativos podem permitir o pagamento diretamente ao profissional, de forma presencial.
  6. Avaliação – O cliente avalia o serviço prestado, e, através dela, o profissional ganha uma média. Essa média pode ser usada pela plataforma para fazer o controle de qualidade dos profissionais que a utilizam, além de servir de base para outros clientes.

Utilizando o aplicativo do profissional

O aplicativo do profissional possui etapas de utilização mais simples. Elas estão abaixo:

  1. Login – Os profissionais precisam criar sua conta para poder utilizar a plataforma. Neste caso, eles precisam fornecer mais informações que os clientes, para que sejam aceitos como profissionais autônomos na plataforma. Após o cadastro, o login pode ser feito de forma automática.
  2. Solicitação – As solicitações chegam para o profissional de forma automática. Quando o sistema designar uma solicitação, ele receberá uma notificação com as informações básicas do pedido. Ao aceitar, o profissional terá acesso aos detalhes da solicitação que irá cumprir.
  3. Execução – O profissional segue as informações fornecidas, e finaliza a solicitação junto ao aplicativo. Alguns aplicativos podem fazer o pagamento automático, outros têm um modelo de pagamento mensal.

Este é o ciclo básico de uso de um aplicativo de serviços gerais. Enquanto o profissional estiver online no aplicativo, ele pode receber novas solicitações e pedidos.

Escolhendo a melhor plataforma para um aplicativo de serviços gerais

Se o seu desejo é criar um aplicativo de serviços gerais, você deve levar em consideração todas as funcionalidades acima e garantir que está trabalhando com a melhor plataforma. Afinal, o desenvolvimento de um aplicativo é um processo detalhado. Sendo assim, você precisa encontrar um sistema bem desenvolvido, que satisfaça todas as principais necessidades de seu negócio.

A Codificar está no mercado de aplicativos há 10 anos, criando soluções inteligentes e funcionais para as melhores ideias do mercado. Com todo o expertise de nossa fábrica de softwares, temos certeza que todos os projetos são desenvolvidos de acordo com as melhores práticas do mercado. Foi assim que construímos nossa própria solução para empreendedores que desejam se inserir neste mercado.

O script Uber Serviços é construído de forma completa, e permite que você crie seu próprio aplicativo de serviços gerais. Dentro do modelo de negócios Uber, você pode administrar seus serviços gerais de um jeito simples, que beneficia os profissionais e os clientes.

Essa é a sua chance de se tornar um empreendedor nessa área. Para saber todos os detalhes sobre o script Uber Serviços, clique aqui. Se você quiser saber mais, sobre os preços e o escopo funcional do projeto, entre em contato através do formulário abaixo:

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>